Viola ​Yeşİltaç

Hannover, Alemanha, 1975.
Vive e trabalha entre Nova York, EUA, e Colônia, Alemanha.

O trabalho da Yeşiltaç é um mosaico de materializações aparentemente divergentes: desenhos expressionistas e fotografias ‘objetivas’, trabalhos baseados em elementos essencialmente visuais e performances baseados em palavras. O que dá continuidade a este conjunto eclético de obras é um repertório em evolução constante de temas e formas que recorrem, migrando de um formato a outro, de um material a outro, de duas para três dimensões e de volta, em um processo que Yeşiltaç vê como ‘performativo’: “A apropriação assim como a reorientação é um ato performativo embutido no processo.”

Entre exposições recentes, cabe destacar as individuais em C L E A R I N G, Bruxelas; David Lewis, Nova York; the Cooper Gallery, Universidade de Dundee, Escócia. Ela também participou em mostras coletivas como o Modern Art Oxford, Oxford UK; The Kitchen NYC; Extra City Kunsthal, Antwerpia;  30a Bienal de São Paolo; Dominique Lévy, Nova York; Rodeo Gallery, Istanbul; Moran Bondaroff Gallery, Los Angeles; i8 Gallery Reykjavik, Islandia; Laing Art Gallery, Newcastle;   Michael Thibault Gallery Los Angeles; Bundeskunstshalle, Bonn; Sculpture Center, New York, entre outras.

 

VY_0003

Vom rudimentären Unverständnis [Sobre incompreensão rudimentar] 2012

 

VY_0004

Vom rudimentären Unverständnis [Sobre incompreensão rudimentar] 2012

 

VY_0012

 Ihr habt meine Solidartaet  [Você têm minha solidariedade] 2015

 

VY_0013

Kleines Problem wird ploetzlich gross [um pequeno problema derrepente vira grande] 2015

 

VY_0006

Vom rudimentären Unverständnis [Sobre incompreensão rudimentar] 2012

VY_0011

Es kommt doch an einem uebelsten Tag ein Schuss Poesie hinein II [Apesar do dia horrível, haverá uma dose de poesia]  2015

Share on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Pin on Pinterest