Débora Bolsoni

Rio de Janeiro, Brasil, 1975.
Vive e trabalha em São Paulo.

As ações de Débora Bolsoni buscam, de forma recorrente, explorar e interferir em materiais e objetos do cotidiano. Em especial por aqueles que habitam os canteiros de obras, resquícios de uma vida familiar, na qual, mudar e morar em espaços em permanente contrução foi experiência costumeira. Essas vivências forneceram intimidade para que Bolsoni manipule – materiais e objetos – de maneira a agrupá-los, ordená-los, alinhá-los, e reconstruí-los até que se tornem estranhos, ainda que reconhecíveis. Nessa estranheza, passam a ocupar novos lugares nada fixos no ambiente: são instrumentos e construções, mas também e ao mesmo tempo, objetos artísticos e mobília. Nessa abordagem, a artista aponta principalmente para os usos individuais e coletivos desses elementos: suas sobreposições, proximidades e distâncias.

Essa intimidade com o universo dos materiais de construção de casas e edifícios, suas ferramentas e ordenações, permite também manejá-los de modo a apresentar mais do que artefatos prontos, mas suas estratégias de elaboração artesanal e de exibição, como se estivessem à espera de uma exposição. Essa operação é recoberta de humor e sofisticada ironia, provocando outras novas apreensões sensíveis para formas e instrumentos do dia-a-dia cujos significados, aparentemente estão estabelecidos.

 

 

 

OH_132-31

Lança 2009

 

OH_132-28

Medalhas 2006 

 

OH_132-29

Occasionally these people stop and drink the broth that they carry 2015

 site

Topos_some drama 2013 (foto: Thiago Lima | cortesia Associação Cultura Videobrasil) 

 

MG_3298_low

Escultura individual 2014

 

betão5_low

Betão à vista Vista da exposição 2013 

Share on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Pin on Pinterest