Hudinilson Jr.

  • Facebook
  • Twitter
  • E-mail
  • WhatsApp

São Paulo, Brasil, 1957 - 2013. 


Hudinilson Urbano Jr. foi um artista multimídia e um dos pioneiros no uso da arte xerox no Brasil. Cursou artes plásticas na Fundação Armando Álvares Penteado – FAAP, entre 1975 e 1977, e experimentou múltiplas expressões artísticas como desenho, pintura, mail-art (arte postal), grafite, xerografia (arte xerox), performance e intervenções urbanas, nas quais o corpo humano masculino é um tema recorrente. Em 1979, funda o grupo 3nós3 com os artistas Rafael França (1957 – 1991) e Mário Ramiro (1957), que até 1982 realiza intervenções artísticas na paisagem urbana de São Paulo. 


A partir de 1982, inicia a série Exercício de Me Ver, que consiste na reprodução xerográfica de partes do próprio corpo, com exposições na Galeria Chaves, Porto Alegre, e no Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo – MAC-USP em 1983. Seus trabalhos em grafite, utilizando estêncil, são elaborados desde meados da década de 1980, e no mesmo período, conhece Alex Vallauri (1949 – 1987), de quem recebe orientações, e que o acompanha em alguns trabalhos. Em 1984 participa da 1a Bienal de Havana e da exposição Arte Xerox Brasil, na Pinacoteca do Estado de São Paulo, da qual é o curador. Expõe na 18a Bienal Internacional de São Paulo em 1985 e na 3a Bienal de Artes Visuais do Mercosul, em 2001. 


Em 2002 participa da coletiva de artistas de grafite Rendam-se Terráqueos, com a instalação Narciso Revisita Seus Espelhos 2, no banheiro da Casa das Rosas em São Paulo. 


Em 2017 o trabalho de Hudinilson Jr foi apresentado em importantes exposições coletivas como Histórias da Sexualidade, MASP - São Paulo, Copyart in Brazil - 1970-1990, University of San Diego e The Matter of Photography in Americas, Stanford University. 

  • Facebook
  • Twitter
  • E-mail
  • WhatsApp